(11) 94089-3472 (11) 4655-0691
Online

O que é a dependência química?


O que é a dependência química?

A dependência química é considerada um transtorno mental. O dependente perde o controle na utilização da substância, o que consequentemente atrapalha sua vida pessoal, profissional, emocional, etc.

Algumas pessoas ainda possuem uma visão errada de que a dependência química é “falta de vergonha” ou “pode ser resolvida com uns tapas”. Se conhecer alguém que pense assim, lembre-o de que a dependência é uma doença como qualquer outra.

Exatamente por isso ela necessita de um bom tratamento especializado. Clínicas de recuperação, como o Grupo Esperança, são os lugares perfeitos para cuidar do seu ente querido, pois possuem os profissionais adequados.

O que caracteriza a dependência química?

Além de ser considerada um transtorno mental e uma doença biopsicossocial, ela também é caracterizada como:

Doença química e interna

Ela é causada por uma reação química no metabolismo da pessoa. As questões externas (ambiente social, familiar, sexual, etc.) podem até auxiliar no vício, mas são os fatores internos do organismo (como uma predisposição física e emocional) que agem para consolidar a doença.

Doença física

O uso das drogas afeta diretamente a parte física da vítima, alterando seu metabolismo e causando modificações físicas.
São essas modificações que impulsionam o uso, pois, se a pessoa parar, terá uma crise de abstinência já que seu corpo ficou acostumado a ingerir as substâncias.

Doença progressiva

Quanto mais tempo a pessoa passar sem tratamento, pior será o vício e as suas consequências. Trata-se uma doença crônica incurável. Mesmo se a pessoa estiver em recuperação, ela ainda será dependente.

Doença controlável

Apesar de não possuir cura, se o dependente tiver o tratamento correto e contínuo, ele poderá viver muito bem sem as drogas.
Por isso é essencial que ele seja internado ou tratado por uma clínica competente com todos os requisitos necessários, como é o caso do Grupo Esperança.

Não deixe para depois, procure logo uma clínica de recuperação. No Grupo Esperança, existe o tratamento involuntário (para quando a família interna o dependente contra sua vontade) e o voluntário (quando ele decide se internar, com o auxílio da família).

Mesmo quem é internado involuntariamente, com o passar do tempo, percebe a necessidade de se tratar para retornar ao convívio da sua família.

Bastam alguns dias de tratamento para que o paciente possa perceber que sua vida se tornará mais feliz e completa se ele se curar da dependência química.

Clínica de Recuperação em São Paulo SP


Clínica de alcoolismo

A clínica de alcoolismo é um centro de tratamento preparado para a internação de pacientes viciados em álcool. Esse vício pode ser causado por fatores complexos, como sociais, psicológicos e até mesmo genéticos.

Ler mais

Clínica para dependentes alcoólatras

Chega um momento em que a família não sabe mais lidar com o vício de um de seus membros. Não é má vontade ou falta de interesse. É realmente sentir as mãos atadas enquanto o outro sofre.

Ler mais

Clínica de dependência química

Apesar de atualmente termos uma maior conscientização sobre a dependência química e a gravidade da situação, infelizmente ainda é difícil saber lidar com dependentes químicos dentro de casa ou no convívio social.

Ler mais

Como internar um alcoólatra?

Pode ser doloroso, mas a internação se faz necessária em alguns casos de alcoolismo. Você ainda tem dúvidas sobre isso? Continue lendo e obtenha informações sobre como internar um alcoólatra.

Ler mais

Clínica para dependentes químicos involuntários

A internação involuntária ocorre quando a situação do dependente químico é perigosa, mas ele não compreende isso. É neste ponto que a família se sente obrigada a interná-lo em uma clínica de recuperação ainda que sem sua autorização.

Ler mais

Internação involuntária de alcoólatra

É comum que pessoas afetadas pelo vício, o que inclui o alcoolismo, não entendam a gravidade de sua situação, apesar de saberem que algo está errado.

Ler mais

Blog